Start-up cria aplicativo para conectar profissionais da saúde à pacientes

RAPIDOC É UM APLICATIVO QUE VISA PROMOVER O HOME CARE

Imagine as seguintes situações: você ou alguém da sua família necessita um atendimento médico durante a noite, mas ao chegar à clínica ou pronto-atendimento, depara-se com uma fila de espera, que pode levar horas; você vive em um grande centro e o deslocamento até o médico pode ser um verdadeiro tormento, graças às enormes dificuldades encontradas no trânsito; você não se sente à vontade para realizar terapia em um consultório; está muito frio e você não se sente confortável de tirar seu bebê com febre de casa para ir para o médico, ou não está muito animado para ir até aquela sessão rotineira de fisioterapia… Além dessas, é possível citar inúmeras outras situações nas quais o cuidado com a saúde vem acompanhado de alguns desconfortos. Que tal poder fazer isso tudo, de forma rápida e sem precisar sair de casa?

Pensando nisso, 3 empresários (2 gaúchos e 1 peruano) desenvolveram o Rapidoc, um aplicativo que colabora com o home care, conectando inicialmente médicos, psicólogos, enfermeiros, nutricionistas e fisioterapeutas à pacientes, seguindo a tendência que busca facilitar a aproximação entre pessoas através de aplicativos e outras tecnologias. Este aplicativo, permite ao paciente localizar os profissionais mais próximos, e selecionar depois de ver o preço da consulta, o profissional que irá atendê-lo na sua casa ou onde ele estiver. Depois do atendimento, o paciente avalia o profissional.

Em aproximadamente 4 meses de operação e em uma etapa de captação de médicos, psicólogos, nutricionistas, fisioterapeutas e enfermeiros, o aplicativo já conta com profissionais credenciados em 24 estados (AL, AM, AP, BA, CE, DF, ES, GO, MA, MG, MS, MT, PA, PB, PE, PI, PR, RJ, RN, RS, SC, SE, SP e TO) e segue um rigoroso processo de seleção para o credenciamento de profissionais, exigindo o envio de documentos e conferindo os dados nos canais regulares.

A estimativa da Rapidoc é chegar até final deste ano com 1000 profissionais homologados e alcançar em 2018 a marca de 3000 profissionais cadastrados e a média de 35 mil consultas por mês.

A demanda por atendimento domiciliar vem crescendo nos últimos anos no Brasil, refletindo as tendências dos EUA e da Europa. Os próprios médicos ressaltam a importância de ter um contato mais próximo com seus pacientes e famílias.

Baixe agora mesmo em seu Android na Google Play clicando Aqui.

Ivan Martins
CEO na empresa Rapidoc
Diretor na empresa COLET Sistemas de Gestão Empresarial