Consumo Colaborativo: A Nova Revolução Industrial. Negócios que movimentam  bilhões de dólares.

O potencial econômico da “economia colaborativa“, de acordo com os investigadores citados pela CNN, nos próximos anos chegará a 110 bilhões de dólares.

Hoje, no mundo, já existem mais de 10.000 empresas, que investem em modelos de negócios colaborativos e compartilhados.

Segundo estudos, o acesso a bens e habilidades tornou-se mais importante do que a propriedade. Pesquisas afirmam que as mudanças que trará a “economia compartilhada” terá o efeito de uma nova revolução industrial.

Os benefícios da economia de compartilhamento são muitos e podem mudar, completamente, a nossa maneira de economizar e consumir.

É evidente o rápido crescimento e sucesso das plataformas de cosumo colaborativo e para os consumidores, esse “boon” da economia compartilhada pode proporcionar muitos benefícios a curto e médio prazos.

5 (cinco) principais benefícios da Economia Colaborativa:

1º –  A Utilização mais eficiente dos recursos.

A economia colaborativa é uma alternativa viável ao modelo de consumo tradicional, no qual os consumidores compram mais, descartando, logo depois, os produtos adquiridos em algum lugar no armário, à espera das próximas novidades no mercado. Em contraste com esse padrão, na economia compartilhada, uma pessoa pode comprar um objeto que poderá ser usado por muitos. Assim, o seu proprietário recupera parte do dinheiro gasto na compra, e quem o adquirir, economizará uma quantia significativa, porque não há necessidade de comprar novo. O benefício da economia colaborativa é para todos os interessados ​​e para a natureza em geral.

2º – Acesso a produtos e serviços sem envolver dinheiro.

Nos últimos anos, houve centenas de novos sites que realmente permitem que um usuário da Internet possa compartilhar quase tudo, sejam pertences e/ou suas habilidades, tais como equipamentos de ginástica, biciletas, livros, tendas, jogos, instrumentos musicais, etc. Hoje, temos vários sites de trocas de produtos ou que utilizam moedas virtuais; sites de prestação de serviços em troca de tempo; sites de empréstimos de bens e doações.

Faça seu cadastro nesses principais sites de Economia Colaborativa:

BemComum.Club – Site que conecta pessoas, empresas e ONGs com  o propósito de trocar, alugar, doar, vender produtos e serviços. Há também a funcionalidade de criar grupos (Club´s) para compartilhar produtos e habilidades com amigos.

Bliive.com – Sistema de troca de serviços sem o pagamento em dinheiro. A rede baseia-se no conceito de economia solidária para aproximar pessoas com interesses e conhecimentos em comum. A moeda é o tempo.

Tem Açúcar – Um site gratuito com a proposta de fazer com que pessoas da própria vizinhança compartilhem seus produtos domésticos, seja por meio de doações ou empréstimos.

 

3º- Desenvolver o valor da confiança entre as pessoas

A economia colaborativa coloca confiança no foco do relacionamento.  Este valor pode ser muito importante quando, na atualidade, as pessoas, empresas, instituições vivem um momento de um déficit de confiança.

4º – Otimizar a infraestrutura urbana

Hoje, metade da população do planeta vive em megacidades com mais de 10 milhões de pessoas e estas, muitas vezes, não fornecem a qualidade vida esperada para todos. Nestas condições, a economia colaborativa pode trazer oportunidades significativas para a otimização na infraestrutura, contribuindo muito para uma qualidade de vida melhor para toda a populaçãoSites e aplicativos móveis para caronas ou uso compartilhado de garagens e estacionamentos podem permitir uma utilização mais eficiente dos espaços, facilitando o tráfego congestionado nas grandes cidades.

5º – Oportunidade de ganhar dinheiro em seu tempo livre

O tempo tem sido sempre o principal recurso que as pessoas podem compartilhar. Com as novas plataformas online, os usuários, agora, têm a liberdade de fazer dinheiro a qualquer momento.

Hoje há oportunidades de trabalho em plataformas nas quais o usuário não necessita de habilidades especiais para prestar o serviço. Tais como, passear com cães, digitação, fazer compras para alguém ou até “comprar” o tempo de alguém quando sobrecarregado com trabalhos.

Você pode ganhar tempo e dinheiro com a Economia Colaborativa

Com a Economia Colaborativa você pode ganhar com 1 hora do seu tempo livre no dia, talvez o que ganharia em 8 horas no emprego.

Podemos dizer que a Economia Colaborativa é uma Revolução na maneira de consumir on-line e que está prestes a romper o paradigma do modelo de comércio e serviço tradicionais. O conceito de compartilhar em vez de comprar, conhecido como Sharing Economy, tornou-se popular em muitos lugares do planeta. Esta é uma tendência que abrange todas as áreas da vida.

Analise, você pode ganhar um dinheiro extra com a Economia Colaborativa:

Por que gastar dinheiro com hotel, se você pode alugar um apartamento mobiliado temporário através de Airbnb pelo mesmo valor?

Por que não ganhar dinheiro extra através do aluguel de seu carro até que você volte de viagem, ao invés de gastar no estacionamento do aeroporto?

Por que comprar um produto novo se você pode criar um ”Club da Vizinhança” no BemComum.Club, trocar, alugar e até pegar emprestado com seu vizinho e depois devolver?

Chegou o momento de consumir com mais consciência social e ambiental.

Grandes mudanças positivas estão acontecendo, fique por dentro!!!

Amigo(a), se você gostou deste artigo, deixe seu email abaixo e receba nossas novidades.

Gustavo Pacheco
Entusiasta e amante da economia colaborativa que acredita na transformação mundial através de uma nova cultura, onde possamos colaborar mais com os outros, e a formação dessa cultura é da economia colaborativa