Como o Consumo Colaborativo pode ajudar seu negócio em casa a crescer

Como o consumo colaborativo pode ajudar seu negócio em casa a crescer

Como o consumo colaborativo pode ajudar seu negócio a crescer, economizar e ainda facilitar (muito) a sua vida.

 

Você precisa de alguém para criar e monitorar o seu site ou quer algum logotipo bem legal para seu negócio? Talvez você esteja viajando e precise de um lugar para ficar. Certamente há pessoas que possam ajudá-lo com isso, sem ter que contratar um funcionário ou pagar por um hotel caro.

A Internet levou à criação de novos sistemas. Estes incluem termos como: “consumo colaborativo”, “economia de compartilhamento”, “terceirização” e “crowdsourcing”, que estão cada dia causando mais impacto.

 

O QUE É O CONSUMO COLABORATIVO?

 

A definição de consumo colaborativo dada pela Fast Company é:

 

“A reinvenção dos comportamentos tradicionais de mercado – aluguel, empréstimo, troca, compartilhamento, troca, presente – através da tecnologia …”

 

Fast Company distingue consumo colaborativo da economia colaborativa:

Economia Colaborativa é o sistema de rede e marketplaces que ajuda a combinar pessoas com o que elas precisam com as pessoas que as possuem. Em essência, é como os indivíduos podem fazer uso de várias plataformas de compartilhamento para vender, comprar e alugar itens e serviços.

 

O que é consumo colaborativo? Veja tudo que você PRECISA saber

 

A idéia de consumo colaborativo não é realmente nova. As pessoas alugaram quartos em suas casas ou forneceram habilidades de freelancer no passado. O que é diferente agora é que a Internet expandiu o mercado e facilitou para as pessoas que precisam de algo para encontrar alguém que o tenha.

 

COMO O CONSUMO COLABORATIVO PODE AJUDAR SEU NEGÓCIO

 

Um dos maiores desafios para as pessoas que trabalham em Home Office é em ter que usar todos os chapéus ao iniciar e crescer um negócio.

Além de fornecer o serviço ou criar o produto, você também é o departamento de marketing / relações públicas, o departamento de contabilidade e o atendimento ao cliente.

Além disso, é a criação e gerenciamento de um site, o desenvolvimento de sua marca através de ferramentas como Photoshop, design gráfico para seus produtos e muito mais.

Você pode ser capaz de fazer todas essas coisas, mas é provável que você não seja ótimo em tudo. Além disso, você tem poucas horas em um dia. É aí que a terceirização pode ajudar.

No passado, conseguir ajuda para os aspectos mais desafiadores do seu negócio exigia a contratação de uma empresa que com certeza seria bem cara.

Hoje, através da economia compartilhada, você pode encontrar uma pessoa que tenha as habilidades e as venda para você de forma acessível.

Aqui está uma lista dos tipos de itens que você pode comprar ou alugar e serviços que você pode obter para ajudar em seu negócio em casa:

 

Trabalhos de Design

Precisa de um logotipo? Um relatório profissional? Uma vinheta para seus vídeos? Existem vários sites onde você pode encontrar escritores, designers gráficos, criadores e editores de áudio e vídeo, músicos (para fazer jingle) e muito mais.

 

Suporte virtual 

Se você não estiver pronto para contratar um assistente virtual , há sites onde você encontra pessoas prontas para pesquisar, editar, inserir dados e muito mais.

 

Empréstimos peer-to-peer 

Emprestar dinheiro sem ter que passar por um banco.

 

Financiamento coletivo

Um tipo de empréstimo peer-to-peer em que muitas pessoas contribuem para o seu negócio e geralmente obtêm algum privilégio especial para fazê-lo quando o projeto é concluído.

 

Aluguel de quartos

Se você estiver viajando, pode alugar um quarto em uma casa em vez de um hotel. O Airbnb é o recurso mais conhecido para isso.

 

Aluguel de carros / serviços de condução 

Certamente você pode seguir a rota tradicional para esses serviços, mas também pode obtê-los de indivíduos usando o Uber por exemplo.

 

 Coworking 

Se você está cansado de seu escritório em casa, espaço de coworking lhe permite alugar um espaço para um curto período de tempo (horas).

 

Itens usados ​​com cuidado 

Muitas ferramentas e equipamentos podem ser comprados de forma mais econômica ou até mesmo alugados se você não precisar deles de forma contínua. Por exemplo, você pode comprar uma câmera usada para um blog de vídeo no mercado livre ou alugar uma para uma promoção de vídeo.

 

 

COMO GANHAR DINHEIRO EM UMA ECONOMIA COLABORATIVA

 

Todos os itens e serviços e listados acima fazem parte da economia de compartilhamento porque são oferecidos por outros indivíduos em vez de uma grande empresa.

É provável que você tenha habilidades e ativos que possa compartilhar com outras pessoas e com isso conseguir uma renda extra.

Você tem um quarto, carro, espaço de estacionamento ou cortador de grama que não é usado o tempo todo? Você pode alugá-lo.

Você é bom em uma habilidade específica que alguém está disposto a pagar, seja uma habilidade business-to-business (ou seja, configurar um site wordpress), ou consumer-to-business, como jardinagem ou caminhada de cães? Você pode vendê-lo.

Você pode usar plataformas de consumo colaborativo para listar seu serviço ou item, bem como procurar pessoas que indicaram que precisam de um serviço ou item.

 

Como ganhar Dinheiro Extra com a Economia Colaborativa

 

 

ACOMPANHE AS NOVIDADES DO BLOG CONSUMO COLABORATIVO

Então curta a nossa página no Facebook.
Veja as nossas fotos no Instagram.
Veja os nossos vídeos no You Tube.