Consumo Colaborativo e o desejo de compartilhar

Consumo Colaborativo e o desejo de compartilhar

Nesse artigo vamos ver a relação entre o consumo colaborativo e a hospitalidade. Quem poderia imaginar que voltaríamos ao ponto de partida e um turista estaria disposto a hospedar-se na casa de um estranho ao invés de recorrer a um hotel?

Conceito de hospitalidade

Relaciona-se, para a maioria das pessoas, à capacidade de receber visitantes de forma agradável, gerando conforto, permitindo que a pessoa se sinta a vontade.

Origem da Hospitalidade

Na Grécia antiga havia um culto de hospitalidade e até de sacralidade do estrangeiro. O estranho era um enviado dos deuses, e se não tivesse sido tratado com respeito, a desgraça cairia na casa.

O visitante deveria receber hospitalidade gratuita, ser tratado com respeito e admirado pela experiência que ele trouxe com ele, precisamente porque suas histórias representavam uma janela no mundo.

Na Roma antiga, por outro lado, o estrangeiro foi visto com certa desconfiança; mais tarde foi aceito sem reserva, por famílias ricas que poderiam assim mostrar suas riquezas, mas ao mesmo tempo ser atualizadas sobre o que estava acontecendo no mundo.

Consumo Colaborativo e o desejo de compartilhar

No cristianismo, a recepção foi reservada aos irmãos na fé, fé que foi comprovada através de perguntas. Mais tarde, a oferta de hospitalização foi estendida a todos, apesar de ainda haver uma grande diferença entre ricos e pobres.

O caráter livre de hospitalidade continuou a resistir até o século XII, quando os estrangeiros mais afluentes começaram a preferir habitação paga. Estes primeiros hotéis podem ser comparados aos albergues atuais.

O consumo colaborativo despertou novamente o conceito de hospitalidade

Quem poderia imaginar que voltaríamos ao ponto de partida e um turista estaria disposto a hospedar-se na casa de um estranho ao invés de recorrer a um hotel?

Atualmente a partilha de casas está se tornando muito popular, é uma oportunidade de conhecer pessoas novas, fazer amigos e compartilhe experiências.

Consumo Colaborativo e a hospitalidade no Brasil

No Brasil, segundo a Market Analysis, apenas 11% dos brasileiros acredita que pode confiar na maioria das pessoas no país, e tal cenário de desconfiança geral pode ser uma barreira importante para a popularização dessa pratica.

A pesquisa descobriu que o receio de lidar com estranhos desponta como o maior receio dos consumidores, principalmente, no caso do aluguel de quartos para outras pessoas (47%), compartilhamento do local de moradia – cohousing (41%).

Saiba mais sobre a questão da confiança e sua importância no consumo colaborativo

E você? Já teve alguma experiência em se hospedar na casa de uma outra pessoa ou de receber em sua casa? Conte pra gente nos comentários 😉