Sustentabilidade: Como esta nossa relação com o Meio Ambiente, Corpo e com nossa Consciência?

Discutindo a Relação. Como esta nossa relação com o Corpo, Meio Ambiente e com nossa Consciência?

Você já parou para pensar que o ser humano é o núcleo mais reduzido da sociedade?

E que mudanças de comportamentos que ocorrem de maneira interna e individual refletem nesta mesma sociedade?

Mahatma Gandhi dizia: “Seja a mudança que você quer ver no mundo”.

 

Discutindo a relação:

Existem relações importantes que definem a nossa forma de viver e que muitas vezes determinam se vamos ter saúde, felicidade, harmonia, paz; ou não. Na correria do dia-a-dia não nos damos conta que estamos sobrevivendo no automático e que existem aspectos da nossa vida que, nem ao menos, sabemos da sua existência. Porém influenciam diretamente em nossa vida e na vida do planeta.

Digo por experiência própria. Ao assistir uma palestra sobre autoconhecimento me dei conta que nunca pensei em como me relacionava com o meu corpo. Sim, esse físico mesmo, de carne e osso…fiquei um pouco chocada com esta percepção e resolvi prestar mais atenção aos detalhes. Bom isso conto depois em outra oportunidade.

Minha alma anseia compartilhar este aprendizado, ainda em construção. Contribuir com este mundo ao qual quero pertencer, e que mundo seria esse? Interior ou Exterior?

Sempre que ouvimos ou pensamos em mundo das relações, pensamos imediatamente no relacionamento com o outro, mas, e como está o relacionamento conosco?

Antes de mais nada devemos despertar para o fato de que existem relações importantes, estabelecidas com nós mesmos, internas e externas que podem ser de forma consciente ou inconscientes, mas que de uma maneira ou de outra mudam tudo a nossa volta.

Se você sonha em mudar o mundo como eu, aí vão algumas dicas primordiais para refletir e colocar em prática.

Como está sua relação?

RELAÇÃO COM O CORPO

  • Forma de pensar: qualidade dos pensamentos, são positivos ou negativos? A ciência vem mostrando que nossos pensamentos estão intimamente ligados a produção de hormônios, além disso, já parou para pensar como nossos pensamentos influenciam na nossa saúde e no meio ambiente?
  • Respirar: a vida pede pressa, o tempo não para e nesta correria imposta pela sociedade do consumo, economizamos até na respiração. Temos uma respiração curta, precisamos de mais horas de relaxamento, meditação para oxigenar melhor a vida.
  • Comer: Em geral fazemos nossas refeições às pressas também; consumimos alimentos produzidos com venenos, fertilizantes e etc. sem contar que estão velhos, pois até chegar a prateleira do supermercado ele já viajou no mínimo uma semana devido ao fato de morarmos em um país de dimensões continentais. Ainda com o agravante de que, nem sempre consumimos frutas e verduras não é mesmo?
  • Cuidados com a higiene pessoal e da casa: Que produtos costumamos consumir para estes fins? São mais próximos da natureza ou contém substâncias em sua maioria produzidas artificialmente?

 

 RELAÇÃO COM O PLANETA TERRA, NOSSA CASA COMUM

  • Sociedade (sistemas)
  • Lar
  • Meio ambiente: Na hora de comprar, consumo o da propaganda que está todo mundo usando, que tem aquela embalagem legal, designer moderno? Nos preocupamos com o lixo que estes produtos vão gerar no final da sua vida útil? Sabemos que no Brasil a forma mais comum de tratarmos nossos resíduos sólidos ainda é lixão, uma hora meu lixo vai voltar para mim, acreditando nisso ou não.

 

CONOSCO – Internamente somos diferentes do que expressamos externamente.

  • Pensamentos
  • Sentimentos
  • Como agimos (hábitos)

 

Aí vão 5 dicas práticas e fáceis de serem aplicadas no cotidiano, mas que fazem muita diferença em nossa vida pessoal, social e na do planeta Terra.

  1. Prefira comprar frutas, verduras e legumes em feiras e quitandas, são mais frescos;
  2. Pesquise no seu bairro onde tem feiras orgânicas. Mas de preferência e para garantir que o alimento o qual está ingerindo é isento de venenos e rico em nutrientes, plante. Existe muitas dicas de como plantar em vasos para consumo próprio, na internet;
  3. Dê preferência aos produtos artesanais de boa qualidade, geram renda e mais saúde;

Pense no lixo que você produz (ao comprar, preste atenção em produtos com muitas embalagens, se possível prefira outras marcas que valorizem mais o produto e não apenas a embalagem; separe, recicle (compostagem ou minhocário – indico um vídeo de um rapaz que conheci muito legal, ele ensina construir minhocários, já fiz um é muito simples). A Rede de Minhocários Cadico Minhocas é uma iniciativa empreendedora que dissemina e estimula o tratamento de resíduos orgânicos no próprio local onde for gerado. Segue link  https://www.youtube.com/watch?v=-ZymTR7JUgg

  1. Prefira alimentos orgânicos, são mais ricos em nutrientes e produzem menos lixo, possuem ciclo fechado no processo da reciclagem. O planeta agradece.
  2. Desenvolva hábitos saudáveis: exercícios físicos, boa alimentação; meditação; contato e integração com a natureza. Enfim, bons relacionamentos consigo mesmo, com os outros e com o planeta.

Sempre lembrando que vivemos em dois mundos: interno e o externo!